O que é gestor de tráfego e como abrir uma empresa de gestão de tráfego

abrir empresa de gestor de tráfego

Uma das profissões que mais cresce com as possibilidades que o mundo digital traz é a de gestor de tráfego. Negócios físicos e digitais, têm procurado cada vez mais por gestores de tráfego para alavancarem suas vendas na internet.

Por ser uma profissão relativamente nova, tem muita gente que tá entrando no mercado ou que já trabalha há algum tempo na área e quer profissionalizar seu negócio mas não sabe como, por isso preparamos esse artigo para esclarecer as principais dúvidas sobre como abrir uma empresa de gestão de tráfego.

Já no início, vamos entender o que é que um gestor de tráfego faz.

 

O que faz um Gestor de Tráfego?

Vamos primeiro entender o que é tráfego, e assim vai ficar natural compreender o que um gestor de tráfego faz.

Tráfego é todo movimento de pessoas em suas páginas, site, redes sociais, blog e afins. Então chamamos de tráfego todo o alcance, visitas, visualizações e enfim, todo tipo de acesso que seu conteúdo recebe.

E respondendo à pergunta deste tópico: o gestor de tráfego é o profissional que “interpreta”, organiza e direciona esse movimento dentro do seu negócio.

É ele quem cria, gerencia, e mede cada ação de uma empresa em mídia paga na internet interpretando os dados das campanhas e segmentando cada ação para a melhor performance em vendas.

Essa é uma profissão em que normalmente a pessoa atua sozinha, pois é possível gerenciar algumas campanhas sem ajuda de terceiros. Isso faz com que muita gente pense que não precisa “abrir empresa”, porém a abertura de uma empresa tem algumas vantagens, mesmo para quem trabalha sozinho, vejamos abaixo.

 

Vantagens de regularizar seu negócio

O fato de você trabalhar como freelancer ou autônomo, não anula a necessidade e muito menos as vantagens de obter um CNPJ e ter sua empresa regularizada, muito pelo contrário! Ter um negócio regularizado vai possibilitar a você crescimento na sua carreira e a expansão do seu negócio.

Embora como pessoa física você possa ter a falsa impressão de que vai ganhar seu dinheiro “livre”, você precisa se lembrar que dependendo dos seus rendimentos, você precisará pagar o Imposto de Renda, e aqui entra uma realidade: se você não tem um CNPJ, pode pagar mais imposto que o necessário.

Como pessoa física, você pode pagar uma alíquota que varia de 7,5% até 27,5% da sua receita bruta. Já com um CNPJ, você pode retirar o lucro da empresa como pessoa física (isento) pois você tem uma escrituração contábil.

Com uma contabilidade organizada e uma empresa bem enquadrada no melhor regime tributário, você pode aumentar sua receita e prever suas despesas com impostos.

 Então fique ligado(a). É obrigatório ter um CNPJ para poder atuar na gestão de tráfego? Não. Mas, pode valer mais à pena, dependendo do seu faturamento mensal.

 

Como abrir ou regularizar uma empresa de gestão de tráfego?

Este é um passo muito importante para o futuro do seu negócio, por isso, queremos te dar o máximo de informações para que você dê um passo acertado.

Assim já precisamos esclarecer que, por ser uma profissão que é bem nova, ainda mais aqui no Brasil, não há uma legislação bem definida para essa ocupação. Mas isso não quer dizer que você não possa trabalhar regularizado.

Aqui na Acountech, depois de um estudo sobre a atividade de gestão de tráfego, chegamos a um conjunto de CNAEs que utilizamos para nossos clientes regularizarem suas atividades e permanecerem em dias com o fisco.

Vamos elencar abaixo cada CNAE da composição, para que você compreenda o porquê de usarmos cada uma.

  •  7319-0/04 – Consultoria em publicidade
  • 5819-1/00 – Edição de cadastros, listas e de outros produtos gráficos
  • 6319-4/00 – Portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na internet
  • 7319-0/02 – Promoção de vendas
  • 7319-0/03 – Marketing direto

Isso nos leva a uma dúvida que é bem comum entre pessoas que já começaram a trabalhar como gestores de tráfego e querem regularizar seu negócio, que é sobre o MEI.

 

Posso abrir um MEI para minha empresa de gestão de tráfego?

Bem, dos CNAEs que nós indicamos, existem 2 que se enquadram no MEI, que são a 7319-0/02 – Promoção de vendas e a 5819-1/00 – Edição de cadastros, listas e de outros produtos gráficos, porém você não estará 100% regular com suas atividades.

Além disso, o MEI tem um limite de faturamento que é relativamente baixo para a atividade, que é de R$81.000,00 anuais, ou R$6.750,00 mensais. Se ultrapassar este valor, você automaticamente será desenquadrado do MEI.

 Então o que você pode fazer, já que não há essa “brecha” dos CNAEs do MEI?

Para validar o seu negócio, se você está começando, você pode começar como MEI até conquistar seus primeiros clientes e ver se o negócio vai dar certo pra você. Após esse primeiro período de validação, transforme a sua empresa em ME para que você possa ampliar seu limite de receita, controlar melhor seus impostos e ampliar seu negócio dentro das leis fiscais.

 

Dica extra: recebimento de verbas de investimento dos clientes

Este é um ponto muito importante para gestores de tráfego, sobretudo os iniciantes, e onde ocorre um erro que pode trazer problemas futuros para você. Normalmente o que ocorre é que ao fechar um contrato, o gestor de tráfego acabar recebendo o valor do seu serviço + o valor da verba a ser investida em tráfego para o cliente.

Por exemplo: você fecha um contrato mensal de R$750,00 pelo seu serviço para gerenciar R$2.000,00 de verba em anúncios. O erro é quando o cliente deposita pra você o valor total do contrato, ou seja R$2.750,00 em sua conta.

Qual é o problema? É que a Receita Federal não vai saber que dos R$2.750,00 só os R$750,00 são seus, afinal o dinheiro está entrando todo na sua conta. E assim, você terá que pagar o imposto em cima do valor completo e não apenas do recebido pelo seu serviço.

A solução para que isso não aconteça é que você nunca receba verba de investimento na sua conta bancária. Use sempre a conta de anúncio do cliente, pois esta já está cadastrada com os dados dele, e na sua conta bancária receber apenas o valor do seu serviço.

Assim você emite todas as suas notas fiscais, no ato do pagamento, apenas com o valor do seu serviço e a nota fiscal da verba vai diretamente para o cliente de acordo com a forma de pagamento escolhida para as campanhas.

Abrir uma empresa é sempre um passo importante para qualquer negócio, por isso nós sempre recomendamos que seja feito de forma muito consciente. Pra te ajudar a tomar essa consciência, preparamos este artigo esclarecendo as dúvidas mais recorrentes de gestores de tráfego que querem conduzir seus negócios da melhor maneira possível. O artigo te ajudou? Compartilha com seus amigos!

Se você está considerando abrir sua empresa, conheça nossa empresa. Somos especialistas em negócios do mundo digital e será um prazer te conhecer.

Se quiser conhecer um pouco melhor nosso trabalho ou tirar alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato e um dos nossos consultores irá te atender!

Compartilhe

Acountech
Acountech

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + três =

Entre para o nosso canal do Telegram

Clique no botão abaixo e acompanhe nossos conteúdos no Telegram

Artigos recentes

atendimento

Preencha o formulário e seja atendido agora por um especialista

AO CLICAR EM “IR PARA O WHATSAPP” VOCÊ CONCORDA COM A POLÍTICA DE PRIVACIDADE DA ACOUNTECH.

Copy link
Powered by Social Snap